quarta-feira, 16 de abril de 2008

MVK Revendas

Existe no site da MVK quatro grandes revendas em São Paulo:

Motoclube
Biguasul
STMotos
ECOMotos

Destas, apenas duas ainda trabalham com a marca, as outras estão trabalhando agora com a AMAZONAS. A impressão é de que a marca está perdendo mercado.

Entrei em contato com alguns proprietários de motos MVK e há uma grande manifestação de desgosto pelo Pós-venda da moto e um número muito grande de reclamações de problemas com a moto, principalmente de parte elétrica que é chinesa, sem paralelo no Brasil.

A somatória destes problemas está preocupando usuários e possíveis compradores.

Sem revendas para suprir peças os usuários correm o risco de não conseguir consertar suas motos. Outro risco é a descontinuidade da marca e/ou a desvalorização no mercado para revenda.

22 comentários:

disse...

É preocupante essa situação...

Anônimo disse...

adriano - sp - estive na concessionária Biguaçu carrão- para aquisição da mvk-street150 pois o vendedor havia me informado que pegaria modelo 2009 estou esperando até hoje , sabe de uma coisa esrou de saco cheio de ser despresado pois se eu tivesse comprado um carro da lj ja teriam feito assinar o contrato ñ sem o motivo de tanto descaso!! alêm do mais das reclamações da galera dos sites a respeito da marca mvk , estou com mede de adquirir e depois quebrar a cara esse risco ñ vou correr ....

Adir / Nico disse...

Caras, tenho uma mvk xrt e estou andando a 2 meses nela, e já fui 5 vezes reclamar de defeitos sem falar que quase sofri um acidente por ficar com os raios das rodas quebrado. não compremmmm...

Anônimo disse...

tenho uma MVK e é boa pra caramba nunca deu BO nenhum o problema é uns toscos que nem sabem andar de moto que comprar e ficam falando que nao presta

Anônimo disse...

a mvk e o maior lixo que se pode ter sobre duas rodas.a fenix enferruga,a fox solta parafusos,ainda tem idiota que defende a marca,mvk e uma boooooosta,e a revenda de sbc tem um mecanico de merda que não sabe arruma nem bicicleta

Sandra disse...

TENTEI MANDAR ESTE EMAIL PELA JANELA "FALE CONOSCO" QUE NÃO FUNCIONA ENTÃO RESOLVI MANDAR PORAQUI MESMO, ESPERO SER ATENDIDA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL !!!!


São Paulo, 24 de fevereiro de 2009


Á MVK
a/c Olivia Altrichter

Boa tarde, venho informar que comprei uma Moto MVK Fenix 200Cc 0Km preta, chassi nº LxypcmL0390281151, motor nº 163fml9a058363 e Nota fiscal nº 001889 no dia 19/01/2009 e retirada no dia 27/01/2009 na Spada Comércio de Veículos LTDA situada na Av Sapopemba nº3690 (o carimbo está como: SOMAR REVENDA AUTORIZADA. Meu marido que é o condutor da mesma saiu ontem pela primeira vez para dar um passeio até Mairiporã, na Rodovia Fernão Dias ela começou a fazer um barulho estranho, eu que o seguia de carro com meu filho paramos na estrada e demos falta do parafuso da pinça do freio dianteiro, que por sua vez estava esfregando no disco e travando a moto,quando tentamos ligar a moto novamente, NADA o fusível havia queimado, colocamos o de reserva que tb queimou imediatamente, conclusão era só fumaça e a moto nada, e tb está vazando gasolina por um parafuso no fundo do tanque pingando bem em cima da vela "OLHA O PERIGO" deixamos a moto lá na casa e voltamos a São Paulo hj na tentativa de obter auxílio do vendedor uma vez que a moto é zero Km. Ele alegou não poder, disse não ser obrigação dele transportá-la e que isto pode acontecer com qualquer um, que não se isenta de consertar a moto, quando esta chegar. Vou ter que arcar com a despesa do guincho para trazê-la de volta, devido ao descaso do vendedor já registrei um BO de ocorrência, pois meu marido poderia ter sofrido um acidente gravíssimo com o travamento da roda dianteira podendo até vir à óbito e isto não é brincadeira. O funcionário da loja nos disse que a frente da moto quem monta são eles no próprio local de venda ( roda dianteira e freios tb), portanto entendo que a responsabilidade é deles tb !!!!!!!! "Mas isso é assunto para depois, quando eu ingressar no Judiciário com as medidas cabíveis, totalmente amparada pelo Código de Defesa do Consumidor, pois já estou instruída para tanto. Não entendo desta forma e não vi um pingo de boa vontade da parte deles em querer me ajudar, muito pelo contrário ficaram todos com cara de paisagem olhando pra mim como se eu estivesse pedindo a coisa mais absurda do mundo, na hora da compra não foi assim que fomos tratados. Isto DENIGRE a imagem de vcs fabricantes, ele ainda me alertou a não fazer nada, pois estaria coberto juridicamente por vcs e que eu levaria anos para receber qualquer coisa( o que eu entendi como ameaça). Mediante todos estes aborrecimentos e a nítida falta de segurança do produto resolvi DEVOLVER A MOTO, pois não confio mais nela e nem em ninguém que venha da parte dele. Ele me disse que se ele perde eu tb perco e eu afirmo que NÃO, informo que já fotografei tudo e pedirei uma perícia na quarta feira para constatar a minha queixa. Tomarei providências junto aos órgãos competentes para me protejer de pessoas como ele !!!!!! Se ele não sabe o freio é o item de segurança mais importante em qualquer veículo, ainda mais se tratando de uma moto. Ele vai aprender. Se eu soubesse que a moto não era montada totalmente na fábrica e sim por pessoas sem competência como ele eu não a teria comprado, pois entendo que só se dá garantia total de um produto que vc mesmo fabrica e finaliza até a montagem. Em janeiro a revista Duas Rodas publicou uma reportagem sobre o desempenho dela em relação a outras, inclusive dos freios onde foi reprovada por dois dos melhores profissionais de teste, pois os dois cairam e alertaram o fabricante inclusive pedindo revisão urgente dos freios por parte de vcs ( matéria esta que fará parte da minha defesa se preciso for), mas infelizmente eu já havia comprado.

Sem mais para o momento,

Despeço-me e aguardo resposta

SANDRA TABAJARA MARQUES
(011) 21547398 ou 80635267

Rodrigo Figueiredo disse...

Sandra,
Acho que você não entendeu que este site não é da MVK, mas sim sobre matérias e coisas relacionadas a motos e afins.
Sugiro você entrar e colocar seu texto no http://www.moto.com.br/motoreporter/capa.html
Lá já vi casos como o seu serem ouvidos mais rapidamente.
Espero que consiga.

Sem mais,

Rodrigo Figueiredo.

Anônimo disse...

Apesar de longo achei extremamente interessante e importante o comentário da Sandra. Sintetiza tudo que precisa saber sobre a marca MVK. Obrigado Sandra pelo seu relato. Trata-se realmente de um alerta a todos os possíveis interessados um lembrete para os fabricantes e revendedores: não quem não tem competência não se estabelece.

Anônimo disse...

Gente, aí vai uma dica. A MVK tá com uns modelos novos uma fenix gold de 250cc e uma spyder de 300cc. Vi estas motos na rodovia bandeirantes no último domingo. O grupo era grande e estavam todos lá curtindo as motos. Conversei com os caras e eles falaram que só fazem as revisões conforme o manual. Um deles estava com mais de 13.000 km e disse que não teve um único problema sequer !!! Disse que já foi até Florianópolis e curtiu a viajem com namorada. Parece que a MVK acertou desta vez!!! Eu já estava olhando estas motos e vou trocar a minha XRT por uma dessas.

Anônimo disse...

CHINÊS? PRÁ QUEM COME CHURRASCO DE CACHORRO NO LUGAR DE UM FILÉ DE BOI, NÃO DEVE SER TÃO DIFÍCIL TRANSFORMAR UM LAMPIÃO NUMA MOTOCICLETA E SAIR VENDENDO POR AÍ...

Anônimo disse...

Edissom
essa MVK é mesmo uma merda,eu comprei uma super-x125 numa loja em Cotia a RIO NEGRO desde que eu peguei a moto ela só quebra,o escapamento quebrou 2 vezes a moto está com vazamento de óleo,está vibrando inteira,agora a loja fechou e me pediram para levar a moto no Embu na loja LINCE MOTOS,que também não resolveram meu problema e para piorar também fechou disseram que mudaram para o Morumbi,a moto ainda está na garantia e está com 6.500km,me arrependo até o último fio de cabelo de ter comprado esse lixo de moto e uma merda.
se algém se enteresar na moto eu passo não quero nada só que tire do meu nome tel:(011)4616 1012

Anônimo disse...

EU COMPREI UM QUADRICICLO MVK "X-CAPE 200" ELE NA SEGUNDA SEMANA SOLTOU A RODA TRASEIRA, MAS A REVENDA QUE EU COMPREI FOI MUITO PRESTATIVA(NEW WAY VL. MARIA E FOI ATE O INTERIOR CONSERTAR E DEIXOU TUDO BLZ, MAS AGORA COM 4 MESES ESTAVA QUASE SOLTO UMA PORCA DA SUSPENSÃO DIANTEIRA E QUEBROU A EMBREAGEM, VOU MANDAR PARA REVISÃO E VER COMO FICA A GARANTIA DE TAL ÍTEM...
AO MEU VER O EQUIPAMENTO CHINES É ASSIM VARIOS PROBLEMINHAS

Anônimo disse...

A MVK, conhecida na Argentina como "Maverick" é uma marca argentina de motocicletas chinesas.

Famosa no país vizinho por trazer motos descartáveis da China e revender no país a preço de picolé, a marca recentemente resolveu vender também no Brasil suas motocas asiáticas.

Entretanto, ao contrário dos hermanos, que pagam preços baixos por produtos de baixa qualidade, no Brasil os preços são 3 vezes maiores. Sem maiores explicações oficiais. (Extraoficialmente, os argentinos dizem que "brasileiro é tudo otário e paga o que se pede").

Informações Gerais

Um dos modelos toscos da marca.Surgida depois da Traxx e da Sundown Motos mas antes da Dafra Motos, a Marca atualmente vende milhares de motos por mês na Argentina e apenas meia dúzia de motos por ano no Brasil.

Todas as motos da marca são feitas com solda à base de Ranho, e tem garantia. Se não quebrar em 1 mês, a MVK devolve seu dinheiro de volta. Isso, é claro, se a loja que você comprou continuar aberta depois de um mês, o que nem sempre é possível.

Mesmo custando o equivalente a menos de 500 reais na China, as motos são vendidas no Brasil por até 10 mil reais, em modelos imitando motos antigas da Honda e Yamaha. E como toda marca de motos ruins no país, sempre tem alguns otários que compram essas imundícies.

Curiosidade
A MVK anunciou seu modelo de 200cc por 8 mil reais em um jornal de Porto Alegre. Uma semana depois, o mesmo modelo custava 10 mil reais. Mais alguns dias e o preço foi para 12 mil reais. Meses depois, sem vender nenhuma moto, a loja baixou o valor para 11 mil reais. Detalhe: o mesmo modelo é vendido na Argentina pelo equivalente à 3500 reais.

Anônimo disse...

Poxa, mas porque vocês foram comprar essas porcarias da China? Agora chora mesmo...

Moto boa é japonesa. No Brasil, é Honda, Yamaha para não ter dor de cabeça. Kawazaki é muito boa, como a Honda, porém ainda está se afirmando no Brasil. Suzuki é fria pois o controle de qualidade da mesma é muito inferior que Honda e Kawa, apesar dos preços serem semelhantes.

Anônimo disse...

Ah! Para quem gosta de custom, além da Honda, Yamaha e Kawa, temo claro, a Harley, que tem lá seus incovenientes como manutenção cara, mas enfim, é Harley.
A Honda peca por não trazer para o Brasil a sua pequena custom 250: a Rebel . Se trouxesse, venderia muito. É um modelo consagrado, durável, mecânica altamente confiável e de fácil manutenção.. é Honda! ;)

Anônimo disse...

tenho uma mvk 100 2003/2003 com 25.000km nunca me incomodou...
penna que o pessoal quer sair por ai dando lenha nas pobres motos se andar com calma e fazer manuntençoes nessessaria garanto que a moto sua vai durar
tenho tambem uma xtz2008 e a moto com 5.000 km ja deu problema nos rolamentos e ai meus colegas......

Anônimo disse...

Eu tenho uma street 150 2007,sempre cuido nunca deu problema grave e as peças da cg serve nela até o tanque,rabeta lanterna da titan é igual,pois coloquei uma lanterna com leds da fun,coloquei xenom onde muita 150 não aceita,não me arrependo,moto completa e vagabundo não cresce o zóio.

denis fernando martins disse...

então esta super x me chamou atenção pelo seu visual e por ser uma cub 125cc coisa rara hje emdia estou em busca d uma moto para passeios curtos como trabalho e academia por exemplo será que a moto é tão ruim assim??? estou atras de uma marca que não seja visada como honda e yamaha, será que nem se eu cuidar bem dela na vale a pena???

denis fernando martins disse...

então esta super x me chamou atenção pelo seu visual e por ser uma cub 125cc coisa rara hje emdia estou em busca d uma moto para passeios curtos como trabalho e academia por exemplo será que a moto é tão ruim assim??? estou atras de uma marca que não seja visada como honda e yamaha, será que nem se eu cuidar bem dela na vale a pena???

Anônimo disse...

Comprei uma mvk dual 200cc num leilão a moto dava zuada, faltando várias peças, paguei barato e não queria comprar uma cg, pesquisei antes de comprar em relação a motor que é da shineray dizem no site que é uma das maiores fabricantes do mundo. Acho que pra quem fabrica tantos motores não deve ser dos piores, no entanto que pela net não vi reclamação em relação aos motores. O problema que vejo esta no restante das peças, como parte elétrica que reclamam muito e da montagem das motos de deve ser montadas por garotos sem experiência ai vai o b.o. solta parafusos, peças mal montadas se desgastam ou quebram, os metais chineses são de pouca resistencia, ai os caras pra ganhar mais $ põe nas motos peças mais baratas ai quebra mesmo, são como as peças paralelas das motos "nacionais" os caras falam não põe na moto que não presta. Desmontei a moto inteira vi todos os problemas que ela tinha, pintei o quadro elastico que estava enferrujado, o amortecedor era uma bomba muito mole ai a corrente ficava batendo, deveriam ter feito um recall, (brasileiro não reclama ai os caras não trocam mesmo) em suma arrumei a moto toda, andando pela rua todo mundo paga pau a moto tem um belo visual é economica, (30km/l)em relação cilindrada anda sempre na frente das cg e 150 da h, não troco por uma cg nem f. vou trocando as peças qdo quebra por de melhor qualidade, mas foram poucas, pelo preço que paguei ta muito bom, que tem peças porcaria tem mas....fui perguntar o preço do regulador de voltagem da honda pra por nela, 250rs no desmanche o cara me falou que é caro assim pq é a primeira coisa que quebra nas h e é muito procurado, ea i..?? a hinesa custa usn 30 u$ e olha lá da pra comprar 4 usado da h no japão as motos custam tb 4 veses menos que no brasil, la moto de 4 anos de uso eles jogam fora, se não fosse a entrada das motos chinesas a h e y ainda estariam vendendo os restos tecnológicos pra nos, sem freios a disco sem partida, peneuzinhos salsichas que não duram nada, não se esqueçam que produtos brasileiros tb são fracos de qualidade, um pneu pireli de moto custa 300 rs não dura 10mil km dizem que é o melhor na dual o pneu é lindo e ja ta com 10 mil ta bom ainda e é chines com tecnologia japa furou uma ves e nem baixou deu pra rodar até o borracheiro, nem tudo o q chines produz é lixo, como nem tudo o q o brsil produz é bom, é que os caras montam as motos pra ganhar $ e pecam na qualidade do que compram, ta cheio de produto chines na sua casa que é bom tv videos computadores, eletrodomesticos, etc tudo eletronico e deizem que eletrica da moto chinesa é ruim?? pq? se não fosem os china nos estariamos pagando ainda 500 us por um vídeo us 10 mil reais por uma tv de plasma que ka ta ultrapassada aqui no br e ai...? celular americano custava 300u$, lembram a pouco tempo atras carros do ano bras enferrujavam, eram a carbura, freios a lona, etc e hoje como são? acredito que os china cheguem lá é o preço deles é mais justo que os brasileiros. moto honda ey é boa mas bem carinha e as peças muito caras temos que pensar que motos desgastam e não duram a vida toda

Edvaldo disse...

Gostaria de saber se alguem tem um manual da MVK, SPYDER 300cc, 2009 , pode mandar via email para mim, ou xerox eu pago por favor, bruxopb@gmail.com, agradeço e espero retribuir um dia abação Fausitno

Anônimo disse...

Pessoal, nao compre moto o u carro chines, indiano, turco, javanez, malaio...
Sao umas porcarias e eles nao tem nocao do que é qualidade, o que reflete, ter motos em bons estado e outras que soltam pecas... A manutencao de uma regularidade no fornecimento se chama qualidade. Esses caras nem sabem o que significa essa palavra.

Se nao tem dinheiro pra comprar moto boa, nao compre, esse seu pouquinho, vai virar muita dor de cabeca.

Abs

Hugo de Fazio